• MATÉRIA
    PRIMA

  • sustentabilidade

MATÉRIA
PRIMA

sustentabilidade

MATÉRIA PRIMA E
SUSTENTABILIDADE

Ser apenas verde, é ser ainda muito verde neste amplo mundo da Sustentabilidade.

Na nazareth, além de práticas comerciais ambientalmente saudáveis, fomentamos uma cultura integrada e de dimensão social na comercialização dos nossos produtos.

Cada peça, dura na qualidade e no conforto que proporciona. Produzida a partir de dead-stock, matérias-primas selecionadas pessoalmente que estão paradas nas fábricas como excessos de produção, e assim, por utilizar. Ganhando uma segunda vida. Fomentando um equilíbrio ambiental, social e económico, estimulando uma cultura onde todos os intervenientes no processo, do desenho inicial ao armário final, se sentem felizes e enquadrados numa lógica de bem-estar.

Para assim, como empresa, mantermos um sucesso duradouro baseado em práticas comerciais sustentáveis, valorizada não só pelas nossas clientes, como também por todos os funcionários e parceiros. E como marca, celebrarmos as mulheres modernas, mulheres emocionalmente sustentáveis, felizes por evoluírem a cada dia na sua gentileza natural que têm para dar ao mundo.

Porque tal como a sustentabilidade, a gentileza deve estar sempre na moda.

LYOCEL

AN ECO FASHION
PARADIGM

Lyocell é uma fibra obtida da polpa de madeira, um subproduto comum de outras indústrias; é, portanto, a essência da economia de recursos, um bom exemplo de uma verdade antiga e simples - o lixo de um homem é o tesouro de outro. A produção da Lyocell tem baixo impacto ambiental por si só, já que o processo de extrusão da fibra conta com o reaproveitamento de 99,8% dos solventes químicos.

No entanto, isso por si só não torna uma fibra ecológica. É claro que a exploração de matéria-prima e a produção de fibras têxteis são prejudiciais ao meio ambiente. Mas ao contrário do que se possa pensar, são os processos que se seguem, nomeadamente acabamento e pós-tratamento, que mais prejudicam o nosso planeta - as indústrias têxteis são responsáveis por 20% da poluição das águas no mundo devido a estas fases da produção. É, sobretudo, neste sentido que a Lyocell se apresenta como uma solução ecologicamente inteligente. É uma fibra única em muitos aspectos: tem uma grande afinidade com a água (o que a torna 50% mais absorvente que o algodão!), É antibacteriana e hipoalergénica ... por natureza! O segredo está em sua nanoestrutura fibrilar, característica do próprio material e que resulta naturalmente de seu processo de produção, sem a necessidade de todos os acabamentos e pós-tratamentos adicionais que outras fibras exigem para atingir essas características.

… Mas a moda ecológica não é uma compra - é uma atitude diária Acreditamos que ser um com o meio ambiente não é apenas não causar danos ou evitar a escassez de recursos - nosso próprio bem-estar também é uma forma de honrar nossas origens naturais.

A nanoestrutura fibrilar de Lyocell não apenas minimiza o impacto ambiental durante a produção; mas também traz conforto para nossos clientes e permite que eles reforcem a sustentabilidade diariamente:

Efeito livre de odores de longa duração: o suor humano em si é inodoro. É a multiplicação e a atividade das bactérias em nosso suor que produz um cheiro desagradável. Lyocell é naturalmente absorvente, respirável e antibacteriano, o que significa que evita que o suor se acumule, desalojando as bactérias, ao mesmo tempo que inibe sua atividade. Não apenas você se mantém fresco e confortável ao longo do dia, mas também "menos cheiro" significa "menos lavagem" - economizando água, eletricidade e seu dinheiro durante toda a vida útil de suas roupas.

Material hipoalergênico e antiestático: facilita a higiene, respeita a pele mais sensível e permite a livre movimentação.
 

DEAD-STOCK

Temos preferência por nos relacionar na cadeia de produção com fornecedores ambientalmente conscientes. Este é o nosso ponto de partida para aí encontrarmos tecidos de alta qualidade que as regras de consumo da indústria internacional da moda prescinde. Ao aproveitarmos esta matéria-prima não estamos a desperdiçar recursos económicos e ambientais, ao mesmo tempo que mantemos a qualidade das nossas peças. É por esta razão que as nossas coleções são limitadas e irrepetíveis.

Dead-stocks de algodão são os materiais que selecionamos. Preferimos utilizar tecidos orgânicos porque ao serem sustentáveis têm um impacto ambiental negativo. Além disso, a matéria-prima ao ser 100% produzida em Portugal respeita o justo contributo de todos os colaboradores, favorecendo a qualidade de vida das populações.

Usar duas vezes é mais uma forma de ser sustentável. São peças que valem por duas. Que usam menos água, menos energia e menos carbono durante o processo produtivo, exigem metade de todos os recursos logísticos e acima de tudo dão-lhe mais espaço no armário e na carteira. Pense duas vezes. Compre só uma.